poesias

SER COMO AS CRIANÇAS, Poemas y Poesia - Su Poema Publicado

Poema SER COMO AS CRIANÇAS (Leído veces)

Por Jorge Humberto


Descanso meus olhos nos olhos duma criança;
Sou como ela, puro, humilde, dado à esperança,
Que a cada momento, faz de mim, ser honesto;
Co a verdade me identifico e aos outros apresto

Minha mão, meu gesto solidário, minha aliança.
Em cada nova tempestade vem a dócil bonança,
Vem dizer-nos, para esquecermos tudo o resto,
E que no nosso belo mundo sequer tem presto,

Se não formos verdade com quem nos quer bem.
É tão fácil viver se tivermos em nós o bom senso,
De não nos acomodarmos na vida e ir mais além.

Mas criança eu sou indestrutível larga imaginação
E em tudo que eu faço para os demais logo penso
No seu bem estar momentâneo e no seu coração.

Jorge Humberto
15/11/07


Por Jorge Humberto



SerPoeta.com es la mayor comunidad de habla hispana en donde las personas publican sus poemas. Por ello nos sentimos orgullosos en dar a conocer y difundir los hermosos poemas aquí publicados.
Asimismo, debido a la creciente participación de poemas en portugués hemos implementado nuevas secciones en esta bella lengua.

SerPoeta.com es una comunidad para todos los poetas libres, aficionados o profesionales que desean publicar libremente sus poemas para compartirlos, difundirlos y dedicarlos.

Actualmente SerPoeta.com cuenta con un creciente número de personas que diariamente publican, así como un creciente grupo de miles de personas que acceden día a día a leer los poemas publicados.

SerPoeta.com respeta la redacción y ortografía de los poemas enviados considerándolo como licencias del autor o poeta.