poesias

DEIXAI AS CRIANÇAS CRESCER, Poemas y Poesia - Su Poema Publicado

Poema DEIXAI AS CRIANÇAS CRESCER (Leído veces)

Por Jorge Humberto


Hoje é dia de sorrisos e de mil canduras,
É dia de nossas crianças, suas ternuras;
E é vê-las brincar à cabra-cega, ao arco,
Num movimento que nada tem de parco.

É dia de estar com elas e de escutar seu
Clamor entusiástico; eis assim também eu,
Quando criança, não tinha medo algum,
Pois que dos homens não temia nenhum.

Hoje as coisas estão diferentes, cuidados
É preciso, quanto à maldade das pessoas;
Que os pais não sejam aqui descuidados.

Deixá-las brincar, no seu mundo aparente;
Saiamos à rua e cantemos-lhes brios e loas;
Assim crescer, sem o vil dístico tão doente.

Jorge Humberto
11/10/07


Por Jorge Humberto



SerPoeta.com es la mayor comunidad de habla hispana en donde las personas publican sus poemas. Por ello nos sentimos orgullosos en dar a conocer y difundir los hermosos poemas aquí publicados.
Asimismo, debido a la creciente participación de poemas en portugués hemos implementado nuevas secciones en esta bella lengua.

SerPoeta.com es una comunidad para todos los poetas libres, aficionados o profesionales que desean publicar libremente sus poemas para compartirlos, difundirlos y dedicarlos.

Actualmente SerPoeta.com cuenta con un creciente número de personas que diariamente publican, así como un creciente grupo de miles de personas que acceden día a día a leer los poemas publicados.

SerPoeta.com respeta la redacción y ortografía de los poemas enviados considerándolo como licencias del autor o poeta.